sexta-feira, 23 de abril de 2010

Coisas que acontecem.

Olá meus amores, como é que vai a vida? Este blogue ainda existe? Se calhar sim.

O que continua a existir é o Correio da Manhã, esse jornal que consegue fazer notícia de qualquer cocó, e fazer cocó de qualquer notícia.
Nesta terça-feira, salvo erro dia 19, apareceu uma notícia dum taxista que desmaiou e abalroou não sei quantas mulheres. Qual foi a entrevista que publicaram?

Foi esta:


-"Ouvi um estrondo e senti um táxi nas pernas!"
Pois, assim mesmo. Acontece a qualquer um. Quem é que nunca chegou a casa com um táxi enfaixado nas pernas? A mim acontece-me todas as quintas. Nos sábados é pior, que levo com a camioneta da carreira (exacto, a prima do Tony Carreira), e isso deixa-me com dores nos joelhos. Parece que não, mas um táxi ainda é coisa para custar a sair, especialmente se deixarmos ficar de um dia para o outro, porque entranha.

Já agora deixo um conselho da área da saúde, se sentirem um táxi nas pernas, vejam se têm as vacinas em dia, e tomem um anti-táxico.

4 comentários:

Vani disse...

LOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOL

arf arf

um táxi nas pernas???

melhor, melhor, só se ela tivesse dito "entre as pernas"

melga disse...

Tu és má! :)

Fausto disse...

Eu juro que larguei pinguinhas quando li esta pérola

[Just_Me] disse...

Gosto do CM... (porra... não gosto das iniciais...) como dizia, gosto do correio da manhã quando se lembra de lançar colecções de livros, mas sinceramente... o jornal vai directo para o lixo... estou a ver que perdi bons relatos durante uns meses :(